LGBTQI+: Macau poderá ter a primeira mulher trans na história da cidade concorrendo ao cargo de vereadora.


Representante da classe LGBTQI+,  Mellyssa Almeida lança seu nome para concorrer a uma vaga entre os demais pré candidatos na Câmara Municipal de Macau e poderá ser um nome muito forte no meio da juventude Macau.

Técnica em eventos, técnica em turismo, estudante do 6º período de letras e 2º de pedagogia, respondeu algumas perguntas feitas pelo PORTAL EU AMO MACAU para que a população macauenses pudesse conhecer um pouco de suas opiniões sobre diversos assuntos.

1º QUAL MOTIVO DE ESTÁ DISPUTANDO UMA ELEIÇÃO PARA VEREADORA EM MACAU?

R - Na atual conjuntura da política nacional, e principalmente municipal, vejo a necessidade de termos em nossa câmara jovens com mente aberta, inteligentes, engajados na melhoria de vida das pessoas sobretudo das minorias, minorias essas que sofrem calados, pois são silenciados por governantes que viram as costas após vencer nas urnas com o voto dos mesmos. Quero ser uma voz que não cala, que não submete-se a acordos, que não se intimida pelos direitos de um povo que clama por uma sociedade justa e igualitária.

2º O QUE TEREMOS DE DIFERENTE EM MELLYSSA ALMEIDA CASO CHEGUE AO CARGO?

RMellyssa Almeida não é algo diferente, é uma pessoa igual a todas, no entanto com um pensamento futurista, um pensamento progressista, com atitudes fortes, com pensamentos que poderão fazer a realidade triste de nosso povo mudar, e mudar de verdade, não sou a candidata da mudança, sou a candidata de que podemos tudo que queremos através de nós, do povo, sem medo, sem amarras, sem voto de cabresto. À luta é diária, mas com alguém ao nosso lado, isso se torna mais fácil.

3º OS LGBTQI+ MACAUENSES SÃO MUITO CARENTES DE APOIOS, TEM ALGUNS PROJETOS QUE POSSA MUDAR ESSA REALIDADE?

R - Teremos muitos projetos que beneficiaram não somente os nossos LGBTS, mas a toda população que sofre com o desemprego, com a falta de profissionalização gratuita, com a falta de políticas públicas e com o desprezo do município. Teremos como base a educação, logo poderemos preparar nossos jovens para o mercado de trabalho. O Transformação será um dos projetos de cursos de aptidão, cabeleireiro, manicure, decoração, eventos, turismo dentre outros cursos que mudaram a história desse povo excluído, que terá livre acesso ao nosso governo, sendo eu eleita.


4º MUITOS LGBTQI+ SÃO ASSASSINADOS POR DIA NO BRASIL.TIVEMOS POR EXEMPLO O CASO BRUTAL DA DANDARA QUE FOI BRUTALMENTE ESPANCADA ATÉ A MORTE. VOCÊ ACHA QUE AS LEIS DEVERIAM SER MAIS RIGOROSAS PARA CRIMES CONTRA OS HOMOSSEXUAIS?

R - Sem sombra de dúvidas, as leis tem que ser rigorosamente severas e punir aquele que pratica o ato de violência, seja ela verbal ou até mesmo física, não só para o Lgbts que tanto sofre, mas a mulher, ao idoso e a criança que muitas vezes são negligenciadas ou esquecidas, precisamos de leis municipais que acolha, que sejam vigentes e que não fique apenas no papel.


5º PRA VOCÊ QUAL A MAIOR DIFICULDADE QUE MACAU VEM PASSANDO ATUALMENTE E O QUE VOCÊ MUDARIA ?

R - É inegável é deplorável situação em que Macau vive em ralação ao emprego, funcionários públicos, aposentados, deveremos gerar empregos concientes, não adianta empregar e não pagar, a prefeitura não deve ser a principal renda do município, com isso o turismo deve ser explorado de forma coerente e exata, aquisições de empresas parceiras, e principalmente investir em educação de qualidade, hoje não temos mais UFRN, UERN, você não acha se pudéssemos tê-las novamente, poderíamos até diminuir o gasto com combustível, motorista, e principalmente a vida dos estudantes que saem, mas não sabem se voltam.

6º VOCÊ É A FAVOR OU CONTRA O ARMAMENTO DA POPULAÇÃO E A FACILITAÇÃO DE PORTE DE ARMAS?

R - Sou declaradamente contra ao armamento da população, vivemos em uma sociedade cheia de ódio, tudo é motivo para tirar a vida do próximo, será que uma arma te defende, ou te deixa mais vulnerável? Devemos refletir, hoje a polícia que está preparada acaba morrendo, imagina nós que não temos o mínimo de preparação, não existe oba, oba, existe o bom senso. + Educação - Armas


7º DEFINA MELLYSSA E DEIXE SUA MENSAGEM AO POVO MACAUENSE.

R - Sou Macauense, sou mulher trans, sou jovem, sou Mellyssa, sou a voz que nunca cala, estarei a disposição de todos, seja pobre, rico, branco, negro, indígenas, quilombolas e os Lgbts. Quero dizer que em 2020 sou sim candidata a vereadora, por não acreditar, por não poder me calar, por querer o melhor para o meu povo, para voltar a ser feliz aqui em minha cidade, se você como eu quer viver uma Macau sem divisão, sem preconceito, sem burguesia, sem medo, acredite no nosso projeto, um projeto de amor e luta.

Nenhum comentário

Siga nossas redes

Tecnologia do Blogger.