ACABOU? Oposição em Macau tem “lua de mel” interrompida por desencontros nas eleições 2018.



Muito acalorada, a sessão da Câmara Municipal desta terça - feira (16), trouxe algo que já era esperado devido aos desencontros e apoios políticos para as eleições à governo do estado neste pleito de 2018. Em pronunciamento na tribuna, o Vereador Kekel (PPS) se defendeu de ataques sofridos pelo também vereador oposicionista Cláudio Gia (PT), que ficaram em lados separados, um apoiando Fátima e o outro Carlos Eduardo.

O grande problema deu-se inicio pelos divergentes embates políticos que esta eleição vem causando em todo o país. O Discurso da extrema esquerda e direita, tem acabado com a palavra democracia e causado um desconforto em massa. Com os edis vereadores não poderia ser diferente apesar de estarem do mesmo lado.

Bate boca e acusações pessoais enfraqueceram a oposição em apenas uma tarde, após quase dois anos andando lado a lado. Mas porquê e de onde surgiu tudo isso? Simples!. O vereador Kekel discorda do apoio dos vereadores neste segundo turno dos vereadores oposicionista a candidatura de Fátima por causa do anuncio em que o prefeito Tulio Lemos (PSD) apoiará em Macau a candidata do PT ( Mesmo o diretório municipal já ter anunciado que não aceitará o apoio).

Tudo isso causou um desequilíbrio na bancada de oposição na CMM que acabou com saída do vereador Kekel da liderança dos oposicionistas.

E agora José? José para onde?...

Nenhum comentário

Siga nossas redes

Tecnologia do Blogger.