OPORTUNIDADE: Cursos técnicos podem contribuir para diminuir desemprego entre jovens no RN


Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) 2017, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 29,4% dos jovens com idade entre 18 e 24 anos estão desempregados no Rio Grande do Norte. O número é 124% superior ao índice de desemprego total do estado, que é de 13,1%.
Uma possível causa disso é o baixo nível da educação. De acordo com o site Ranking de Competitividade, o estado ocupa a 17ª posição entre todas as unidades federativas no pilar que trata da educação, em 2017.
Jovens que não estudam e não possuem ocupação possuem dificuldades de inserção no mercado de trabalho. O número de pessoas que de 16 a 29 anos que não trabalhavam e não estudavam em 2016, no Rio Grande do Norte, correspondia a 30,9% do total desse público.
Diante disso, especialistas apontam a educação profissional como uma boa opção para quem pretende se manter atualizado e adquirir conhecimento, além de oferecerem capacitação e abrir as portas no mercado de trabalho para os estudantes. Para a professora do Departamento de Administração da Universidade de Brasília (UnB), Débora Baren, aliar a educação profissional ao ensino do país é criar profissionais mais preparados para as necessidades do mercado de trabalho hoje.
“Se buscarmos todas essas questões em relação a ciência, tecnologia, matemática, são ciências que estão ai para superar os desafios do mundo, viabilizar novos entendimentos, muito disso é falta do entendimento do aluno do que ele fará com aquilo, do quanto é importante e como isso poderá transformar vidas lá na frente, tudo agregado à tecnologia”, defende.
Um número pode comprovar a eficácia da educação profissional no mundo do trabalho: cerca de 80% dos estudantes que concluíram cursos técnicos no ano passado foram inseridos no mercado já no primeiro ano.

VIA: AGORA RN

Nenhum comentário

Siga nossas redes

Tecnologia do Blogger.