POLÍTICA: 'Se não soltarem o Lula, o caos social vai aumentar', diz presidente do PT




No dia em que a prisão do ex-presidenteLuiz Inácio Lula da Silva completa dois meses, e na véspera do lançamento oficial da sua pré-candidatura, amanhã, em Contagem (MG), a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffman (PR) fez nesta quinta-feira um discurso inflamado na tribuna do Senado, exigindo que o Judiciário acate os recursos impetrados e solte o petista. Segundo a senadora, que teve apartes do senador Roberto Requião (MDB-PR) no mesmo sentido, se o Judiciário não soltar Lula, “o caos social vai aumentar”.

Da tribuna, a senadora petista disse que, quando cogitaram vários nomes para ser candidato, inclusive o dela, ela publicou nas redes sociais: "Olha, gente. Aceita que dói menos! Lula vai ser o candidato!"


— Então, soltem Lula. Se não soltarem o Lula, o caos social vai aumentar. Nós não conseguiremos tirar o país da crise. E eu não falo isso pelo PT, falo isso pelo povo brasileiro. Nós não temos o direito de deixar esse povo sofrendo. Não temos o direito de olhar a situação como está e não fazer nada. Nós do PT estamos lutando muito, lutando muito para tirar o Lula da cadeia, lutando muito! — apelou a presidente do PT e principal porta-voz de Lula.

Em tom de voz alterado, Gleisi disse que a luta para soltar Lula para que ele conduza sua campanha é grande, mas sem a ajuda desse “Judiciário que não cumpre o seu papel”, não vão conseguir.


O GLOBO

Nenhum comentário

Siga nossas redes

Tecnologia do Blogger.