COPA 2018: Com um a menos, Alemanha vira sobre a Suécia nos últimos segundos e segue viva


A Copa do Mundo mostrou uma lição neste sábado: é melhor não duvidar da Alemanha. Em crise, com um jogador a menos e perto de ser eliminada do torneio, a atual campeã mundial conseguiu buscar um resultado heroico para se reerguer e se manter viva na disputa. Toni Kroos, nos acréscimos, garantiu os 2 a 1 sobre a Suécia, no Fisht Stadium, em Sochi, e a reação do time que havia perdido na estreia por 1 a 0 para o México.
A determinação da Alemanha foi fundamental para evitar o vexame de cair na primeira fase pela primeira vez em 80 anos. A Suécia começou melhor e abriu o placar, porém pela tamanha fixação em defender sem ter opções de contra-ataque, acabou punida no final Toni Kroos, que havia falhado no gol sueco, colocou a bola no ângulo para garantir a virada e a sobrevivência. Na última rodada, os alemães enfrentam a Coreia do Sul, enquanto que os suecos encontram os mexicanos. Todos ainda têm chances de classificação.
A vitória do México mais cedo sobre a Coreia do Sul obrigava a Alemanha a vencer para não chegar à ultima rodada na dependência de outro resultado. Uma pressão traduzida em ataques e velocidade no começo da partida. Apenas nos 10 primeiros minutos, foram três chegadas à pequena área da Suécia, uma blitze que parecia fadada a resultar em gol a qualquer instante
A resistência sueca foi grande neste início, incentivada principalmente pela animada e musical torcida de amarelo em Sochi. Se chutes para lateral e desarmes já causavam alvoroço, quando Berg saiu livre na cara de Neuer e perdeu chance, o público escandinavo delirou. O lance foi uma espécie de divisor de águas no jogo. Os jogadores grandalhões, de pouca técnica e então presos ao rígido 4-4-2, começaram a se soltar.

AGÊNCIA ESTADO

Nenhum comentário

Siga nossas redes

Tecnologia do Blogger.