MACAU: O cambão na Paixão de Cristo. Prefeito prometeu ajuda e até agora não pagou.


Valdemir Nunes, um dos diretores do CEMOP, usou a tribuna da Câmara Municipal de Macau para falar sobre a prestação de contas da encenação da Paixão de Cristo deste ano de 2018. O produtor cultural cobrou a ajuda que foi prometida pelo prefeito Túlio Lemos no valor de R$ 5 mil reais para os custeios com figurinos, cenários, aluguel de cadeira e outros.

A Paixão de Cristo é um evento realizado pelo CEMOP, anualmente e sempre contou com a ajuda financeira do município quando recebia um valor de mais ou menos  R$ 20 mil reais. Na ocasião, Valdemir apresentou todos os documentos exigidos pelo prefeito para poder repassar a ajuda, mas o prefeito ainda exigiu um novo projeto além do que já tinha sido entregue.

" Tenho recebido muitas cobranças, as pessoas que eu devo não tenho como pagar, porque estou desempregado. O prefeito me fez pedir dinheiro emprestado para realizar a encenação, mas até agora não nos pagou o que deve". Disse Valdemir.

A administração do prefeito Túlio lemos está ficando famosa em todo o estado por não cumprimir o que promete.

Nenhum comentário

Siga nossas redes

Tecnologia do Blogger.