CRIME: Em ameaça, Eduardo Bolsonaro disse que a vítima ‘se arrependeria de ter nascido’ .

 
Na denúncia apresentada pela procuradora-geral Raquel Dodge contra o deputado Eduardo Bolsonaro, pelo crime de ameaça, constam prints das mensagens que o parlamentar escreveu para a jornalista Patrícia de Oliveira Sousa Lélis. Com muitas ofensas, Bolsonaro disse que a vítima merecia ter apanhado mais para aprender a ficar calada e que ela se arrependeria de ter nascido, pois poderia ir pessoalmente atrás dela. A procuradora pediu ao ministro relator Roberto Barroso a condenação do deputado e o pagamento de indenização de no mínimo R$50 mil.

As ameaças ocorreram no dia 14 de julho de 2017. Segundo a vítima, que atuava como líder da juventude do PSC, partido que abrigava Bolsonaro à época, o deputado fez um post no facebook dizendo que estava namorando com ela. Patrícia, porém, negou o relacionamento. A partir desse desentendimento, então, as ameaças teriam começado.
 

Patrícia, que já denunciou o deputado Marcos Feliciano, também do PSC, por estupro, tirou prints das mensagens enviadas por Bolsonaro através do aplicativo Telegram. Na denúncia, Raquel Dodge explica que a operadora telefônica confirmou que o número de celular que aparece nas imagens pertence de fato a Bolsonaro. Depois das ameaças, a vítima registrou ocorrência na Delegada Especial de Atendimento à Mulher.
 


O GLOBO

Nenhum comentário

Siga nossas redes

Tecnologia do Blogger.