ESTADO: Carlos Eduardo decidiu renunciar para disputar Governo, dizem interlocutores


O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), decidiu que será candidato ao Governo do Estado nas próximas eleições, segundo interlocutores do pedetista. Com isso, o político deverá renunciar ao atual mandato no dia 7 de abril, prazo final de desincompatibilização determinado pela Justiça Eleitoral. Neste caso, seu vice, Álvaro Dias (PMDB), assume o cargo até 2020.

Segundo o Agora RN apurou, a coalizão política que será formada em torno da candidatura de Carlos Eduardo para governador também já foi definida. O palanque teria como candidatos a senador Garibaldi Alves Filho (PMDB) e José Agripino Maia (DEM), parlamentares que buscam a reeleição.

A chapa teria ainda a participação da ex-governadora e atual prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP), que indicaria o candidato a vice de Carlos Eduardo.

Se confirmada, a decisão de Carlos Eduardo põe fim a uma incógnita lançada ainda durante a campanha de reeleição dele à Prefeitura de Natal. Na época, por causa da pressão dos adversários, o prefeito chegou a prometer que não renunciaria para ser candidato a outro mandato.

O prazo de desincompatibilização fez com que o prefeito hesitasse em tomar a decisão. Isso porque, enquanto seus potenciais adversários terão um período maior para articular as pretensões (o registro de candidaturas vai até o dia 15 de agosto e, no caso dos demais pré-candidatos, não é preciso renunciar a outros cargos), o pedetista precisará agir precocemente, quando o cenário político ainda estará pouco definido. Aliados ponderam que renunciar em abril pode representar um “tiro no escuro”.

AGORA RN

Nenhum comentário

Siga nossas redes

Tecnologia do Blogger.