BRASIL: Auxílio-moradia de juízes pode custar até R$ 900 milhões em 2018


Apenas em janeiro deste ano, o Judiciário brasileiro gastou mais de R$ 74 milhões com auxílio-moradia para cerca de 17 mil juízes e desembargadores. Ao final de 2018, o valor total gasto no ano pode ultrapassar os R$ 897 milhões, caso todos esses magistrados mantenham seus benefícios. O teto para o pagamento do auxílio-moradia, indenização estendida para todos os magistrados pelo ministro do STF Luiz Fux em 2014, é de R$ 4.377,73 por mês.

Os dados são resultado de um levantamento realizado pela Agência Pública com base nas informações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e dos próprios tribunais.

A reportagem contabilizou todos os benefícios pagos por 61 dos 62 tribunais federais e estaduais de Justiça, Militares e do Trabalho, além do CNJ, que paga auxílio a apenas um magistrado, o juiz auxiliar Sérgio Ricardo de Souza, de R$ 4.158,85. Apenas o Tribunal de Justiça do Mato Grosso não respondeu até o fechamento desta reportagem. Os tribunais eleitorais, sejam o Superior ou os regionais, ficaram de fora do levantamento porque não pagam auxílio-moradia a seus magistrados. O mesmo ocorre com o Conselho da Justiça Federal.

R7

Nenhum comentário

Siga nossas redes

Tecnologia do Blogger.